Da série: achei fotos perdidas e resolvi postar!

Revendo todas as fotos que tirei até hoje, fiquei impressionada com a quantidade de fotos do Big Ben e das redondezas. Sério! Mas também pudera, né? Como não se apaixonar por aquela torre linda? E toda aquela construção? E a ponte? (Sim, eu sou a louca das pontes!).

Nem preciso dizer que o Big Ben é um dos lugares mais visitados de Londres! E a experiência super vale a pena. Ainda mais se você passar por ali e ainda der a sorte de ouvir as badaladas do relógio. É simplesmente sensacional!

O Big Ben, que oficialmente se chama Elizabeth Tower, faz parte do Palace of Westminster (ou Houses of Parliament ou, simplesmente, Parlamento) e todo o prédio é uma obra de arte. Atravessando a Westminster Bridge – que também tem uma arquitetura linda – você consegue ter uma vista linda desse lugar (E ainda dá pra dar uma chegadinha na London Eye). Mas não pense que você será o único tentando fazer isso! Você provavelmente vai disputar cada cm² com outras centenas de turistas e suas fotos, certamente, terão pessoas aleatórias perto de você!

Pode parecer um programa meio ‘furada’, mas ir a Londres e não visitar o querido Ben, é quase um sacrilégio.

Se vale a pena? Sou super suspeita para falar!

Deixo fotinhas como registro do meu amor pelo Big Ben 😀 Algumas delas são antigas, e tem umas com uns desconhecidos na foto pra mostrar que realmente é cheio! rsrs (Perdoem a qualidade das fotos! :p)

This slideshow requires JavaScript.

 

Advertisements

Uma noite no Museu…não, péra…

Mil anos sem escrever por motivos de: preguiça, falta de criatividade, uma bad profunda por saudades de casa, mudança,  aulas e um tal de CELTA que tem tirado minhas noites de sono. Enfim, fui procrastinando, procrastinando…e eis que, fazendo a limpa nos meus arquivos, encontrei umas fotos do British Museum e do Natural History Museum e resolvi retomar a escrita…

Antes de mais nada, se você está indo a Londres e pretende ficar por lá por alguns dias, esses dois museus são quase que parada obrigatória. Aí alguém pode pensar: “Ah, mas museu é chato! Prefiro aproveitar as atrações ao ar livre!” Vai por mim: o museu britânico e o museu de história natural tem coisas super bacanas e os prédios em que as exposições estão alocadas são uma obra de arte por si só. E ainda tem uma outra qualidade: é de graça!!!

Londres tem uma infinidade de museus, a maioria com entrada gratuita. Se você tem um tempinho ou se gosta de conhecer um pouco mais sobre a história do local que você está visitando, esses museus são duas grandes pedidas. Mas, cuidado: eles são imensos! Você pode tranquilamente passar um dia inteiro lá dentro sem se dar conta disso. Se tiver com tempo curto, fique de olho no relógio! Os dois museus – assim como quase tudo em Londres – são de fácil acesso. As estações de metrô Tottenham Court Road e Holborn são as mais próximas do British Museum e South Kensington (eu acho) é a mais próxima do Natural History Museum!

Deixe de lado esse ‘pré-conceito’ de que museu é chato e dê uma chance para que eles te impressionem! Vale muito a pena!

Algumas imagens do British Museum 🙂

This slideshow requires JavaScript.

Com vocês, o Natural History Museum!

 

Até breve! (Assim espero!)

O primeiro mês na Inglaterra…

“Turistar” e morar em um lugar são dois conceitos bem distintos. Mesmo tendo vindo ao Reino Unido outra vezes, nada se compara à experiência que estou tendo agora.

Nem parece, mas hoje faz um mês que entrei no avião e saí do Brasil sem a passagem de volta comprada. E aqui estou na terra da Dona Beth. E posso dizer que, sim, sinto falta do Brasil. Não da corrupção, da falta de educação, do caos, do calor. Sinto falta do calor humano brasileiro, aquele “jeitinho” acolhedor que, acreditem, só nós temos. Família e amigos também fazem muita falta. E, acreditem se quiser, sinto falta de falar Português!! Falar uma língua estrangeira 24 horas por dia cansa! Meu cérebro começa a dar aquelas telas de “error” do Windows e eu começo a esquecer as palavras. Sério! Ainda bem que existe áudio no Whatsapp e Skype 😀

Mas tirando esses pequenos detalhes…não posso reclamar desse momento que estou vivendo. Inclusive, há alguns pontos que gostaria de compartilhar.

  1. Os ingleses são, de fato, pessoas muito educadas. Todas as piadas que fazem com esse jeito educado do inglês tem fundamento!!!
  2. Tem muçulmanos e chineses/japoneses/coreanos (vai saber?) para todos os lados. Aqui em Birmingham, mulher de burca não é algo fora do comum.
  3. Esse povo ama uma pimenta. E um curry!
  4. Aparentemente, para os europeus, eu sou uma espécie de ET por colocar açúcar no café. Na verdade, por colocar açúcar em qualquer coisa.
  5. Eu também sou ET por detestar chá e repudiar a ideia de beber leite puro.
  6. Mas nada me convence de que os estranhos são eles. Até porque, quem come feijão no café da manhã? Para quem não sabe, o típico café da manhã britânico é composto por torradas, ovo, bacon, linguiça, feijão, cogumelos, tomate e batata. E depois eu que sou estranha…
  7. Não importa quanto tempo eu passe aqui, jamais me acostumarei com o trânsito inglês. Eu SEMPRE olho para o lado errado quando vou atravessar. E quando estou dentro de um carro ou ônibus, fica aquela sensação de que algo não está certo, pois meu cérebro fica registrando que estou do lado errado da pista.
  8. Nunca pensei que fosse falar isso, mas fazer mercado aqui é maravilhoso. Legumes e verduras estão sempre limpos, cortados e embalados para facilitar a sua vida. E é tudo tão barato. Exceto carnes…E aqui é super comum você ver alguém saindo do mercado com suas compras na mão, pois – pasmem! – a sacolinha aqui é paga e faz você pensar algumas vezes se vale mesmo a pena pagar £0.05 por algo que você pode carregar na mão ou colocar no bolso. Ainda sobre mercados…o que são os caixas express em que você mesmo registra sua compra e faz o pagamento? A primeira coisa que veio à minha cabeça quando me deparei com esse sistema foi: “Isso NUNCA iria funcionar no Brasil”. Mas aqui…funciona que é uma beleza. Eu ainda me enrolo na hora de scanear os produtos, pagar e ensacar (ou seja, em todo o processo haha)… mas é bem melhor. Até porque, tem mercados que não há a opção de alguém fazer isso por você…
  9. Por falar em comprar… o que é comprar online? Amo o fato de que você pode comprar absolutamente tudo pela internet. Incluindo alimentos. O que facilita muito a vida, especialmente se você não tem como carregar milhões de coisas sozinha. E roupas!!! Em algumas lojas você pode comprar e, se não gostar, pode devolver o produto e ter seu dinheiro de volta. É simplesmente lindo. E por falar em compras online… sim, eu comprei café pela internet!! Porque, sim, o café daqui é uma porcaria.
  10. E o clima? Tem dias que eu levanto, olho pela janela e penso no dia lindo que está lá fora. Mas nunca se engane com  um céu azul e ensolarado. O look básico do outono inclui óculos escuros e um bom casaco. Sério. Não subestimem o clima inglês. Normalmente, está sempre muito mais frio do que o inverno carioca e sempre tem uma nuvem cinzenta e imensa escondidinha em algum lugar pronta para deixar algumas gotinhas de chuva cair.
img_20161013_190411
Ruas de Birmingham, Reino Unido. É frio mas é lindo…

Mas de uma coisa eu tenho certeza: viver aqui é bom demais!!!